domingo, outubro 15, 2006

Sentidos!!!

Vivo está... meu amor... não morreu...
Em meu peito está... é chama que arde enão se vê... apenas se sente...

Vivo está... meu amor... não morreu...
Em minha memória vive... é presença que não se vê... apenas se sente...

Vivo está... meu amor... não morreu...
Em minha alma habita... nosso amor é como o vento... não se vê... apenas se sente...

Bibiana Zaparolli

sábado, outubro 14, 2006

Grãos de areia...

" Somos grãos de areia em um imenso deserto"

Bibiana Zaparolli

Equilibrio...

" O autocontrole é o equilibrio... o controle dos outros é a falta do equilibrio"

Bibiana Zaparolli

Amortecida!!!

Ainda não me acustumei com a idéia de amar sem ver...
Sem sentir...
Amar quem não está mais aqui...
Boa parte de meu tempo é tomado por lembranças...
Lembro, relembro, daquele que partiu...
Daquele que amei e mesmo com seu desaparecimento ainda amo...
Daquele que não pude me despedir...

Não vejo, não sinto...
Meus pobres e únicos sentidos me impedem de chegar a ele...
Minha freguência está muito abaixo da dele...
Meu corpo impede a evolução do meu espirito...
Os muitos "eus" que me habitam me cegam...
São soniferos que me impedem de despertar para o mundo em que hoje ele que se foi habita...

Bibiana Zaparolli

Escóras!!!

" A Moral e a ética, quando pregadas em demasia e como forma de controle, são escóras da incopetência. Ou ainda uma cortina de fumaça dos defeitos psicológicos"

Bibiana Zaparolli

sexta-feira, outubro 13, 2006

Anjo...

Eras tu um anjo...
Anjo vestido de menino...
Anjo com alma e a graça de uma criança...
Sorriso aberto... Peito aberto...
Seus olhos o céu... O firmamento...
Anjo de luz... Alento aos corações... Segurança no caminho... Claridade nos mais escuros dias...
Anjo passageiro...
Passou ligeiro... Porém leve e sereno...
Hoje és tu uma doce lembrança, que ecoa nas entranhas do pensamento...
Memória viva...
Para sempre estará em nossas almas... Assim como o espírito é eterno, eterno também és o nosso amor por ti...
Tu pertences agora ao eterno, ao Divino...
Ao invés do corpo o espírito...
Ao invés da presença real a saudade...
Mas em teu lugar... Ninguém...
Em nossos corações estarás para todo o sempre...
Fique com Deus... Até um dia...

Bibiana Zaparolli



A espera!!!

Sem te contemplar...
Sem te tocar...
Sem te sentir...
Ès como o mar...
Ès como o ar...
È como se tudo não existisse... fingir... fugir...
Não estás... o que faço é te procurar...
Noites e dias a rondar...
Ir...
Buscar...
Encontrar?....
Quem sabe um dia... você apareça para me levar!!!
Irei contigo viajar... na luz... no infinito... e eternamente com a alma sorrir.


Bibiana Zaparolli

sábado, setembro 16, 2006

O efeito do sonifero... Catastrofe!!!

" A ignorância é o sonifero da humanidade" Bibiana Zaparolli

" A ignorância é a Catastrofe da humanidade" Bibiana Zaparolli and Terra Nova

Brincadeira...


Eu não quero mais brincar!!!
A brincadeira não tem mais graça... Não sei se algum dia teve...
Nas tantas cirandas dessa brincadeira muitos já passaram muitos saíram da brincadeira...
Roda... Roda... Roda... Nem uma volta é igual a outra, nenhuma volta, volta... Jamais volta...
Cansei da ciranda!!!... A cada giro o mal estar aumenta...
Na brincadeira que tirava risos do olhar... Hoje resta apenas um olhar umedecido de
ausência e saudade...
“Ciranda Cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar
O Anel que tu me destes
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou”
Quanto ainda vou cirandar?
De que adianta estar na Ciranda se o anel se quebrou... O amor acabou?
Enfim... Não quero mais brincar!!!

Bibiana Zaparolli

Bela Adormecida... Mundo Adormecido!!!

“Poucos são aqueles que ainda são humanos... Muitos são os que apenas são seres...
Poucos são aqueles que fazem da sensibilidade à base da sua conduta
Muitos são os que tomam a arrogância por base...
Todos estão vivos, porém poucos despertos, muitos adormecidos"

Bibiana Zaparolli


domingo, agosto 13, 2006

A Felicidade está no ser...


" O Segredo da Felicidade está em conhecer a si mesmo... Somente o conhecimento profundo do ser interior elevará o ser humano a um estado de Felicidade plena, verdadeira e eterna!"

Bibiana Zaparolli

sábado, agosto 12, 2006

Tempo...

Tempo, tempo... Tempo que passa e que não volta... Tempo que não para... Tempo que rege a vida... Tempo, tempo, tempo... 1,2,3.... Tempo, segundos, minutos, horas, dias, meses, anos... Vida... Tempo de vida... Vida de tempos... Tempos de sofrimento, tempos de alegria... Tempos de trabalho... Tempos de descanso... Companheiro TEMPO...
Vivo meu tempo, sei que ainda tenho muito tempo... Mas ele passa... Assim como as pessoas, as fases, tudo passa...
Meu tempo, um tempo que pra sempre irei recordar, que tão rápido passou... Muita coisa mudou... Um determinado tempo que começou em minha vida, uma nova fase feita de muitos momentos... Tudo mudou... Ambiente, pessoas, vida...
Era eu uma menina... Medrosa... Envergonhada... Insegura... Contudo a vida me ensinou muitas coisas:
Aprendi que só deus faz por mim e que através dele eu posso tudo;
Aprendi que na vida somos aquilo que buscamos ser;
Aprendi que na vida tudo tem um motivo uma explicação;
Aprendi que de tudo se tira um aprendizado;
Aprendi que a vida é feita de detalhes;
Aprendi que tudo na vida passa, e o importante é saber aproveitar essas passagens da maneira melhor possível;
Aprendi que o tempo não volta;
Aprendi que a maior riqueza de um ser humano é a paz interior (com ela se conquista tudo) (Deus);
Aprendi que o auto controle é imprensidivel;
Aprendi que é mais válido ser otimista do que pessimista, o pessimismo não leva a nada;
Aprendi que perder nem sempre é tão ruim assim e que ganhar também nem sempre é tão bom assim;
Aprendi que o conhecimento é a melhor arma que se pode ter;
Aprendi que nunca sabemos o bastante, e por isso precisamos sempre, sempre sermos humildes;
Aprendi que o amor não se impõe, mas sim se dá;
Aprendi que a felicidade não se busca se vive;
Aprendi que nem sempre tenho tudo o que amo, mas devo amar tudo o que tenho;
Aprendi que devemos amar as pessoas;
Aprendi que cada um tem suas prioridades;
Aprendi que o mal com o bem se paga;
Aprendi que rir é melhor que chorar, mas que chorar as vezes não faz mal a ninguém;
Aprendi que a vida é maravilhosa;
Aprendi a viver;

Muita coisa pode se fazer em um determinado espaço de tempo, independente se esse for a pequeno, médio ou longo prazo... Eu por exemplo, em meus quatro anos de faculdade aprendi muita coisa... Mas não somente aquilo para que me matriculei no curso, mas aprendi coisas que faculdade alguma ensina... A vida sim, essa ensina muita coisa, muita coisa mesmo... Mas aprende quem quer, quem aposta nela... Aqueles que se fazem vitimas das circunstâncias com certeza reprovam nesse quesito... A vida lhe dá oportunidades, você escolhe o caminho... Você tem esse poder sim... Você só é aquilo que busca ser você só pode ter o que você quer... Saiba você nunca irá ser o que não quer... Muitas vezes a vida não é uma colônia de férias e muito menos contos de fadas... Mas você escolhe vencer ou adormecer... Ganhar ou perder... Mas nesse tempo todo, muitas foram as coisas que aprendi...


Termina mais um período de tempo dos muitos que ainda terei em minha vida...
Ganhei, Perdi... Cai, levantei... Amei, odiei... Ri e chorei... Enfim vivi...
Até o próximo ciclo... Até os próximos aprendizados!!!

Bibiana Zaparolli

Divagando...


(A história que não vivi)

Tempo ocioso, mente ativa ... Aqui estou a olhar para o horizonte, olhar distante, pensamento longe ... Saudade, arrependimento, ansiedade .... Combustível pra minha solidão que me leva a viajar em minhas lembranças, olhos molhados, vida seca, coração dilacerado. Possibilidades não vividas, história interrompida, esperança quase sem vida.
A distância separa duas vidas, rumos diferentes, encontros casuais, amizade aparente, amor escondido nas impossibilidades. Dói-me, machuca e corrói imaginar alguém a ocupar o lugar onde eu queria estar. Em meu coração ninguém consegue preencher o vazio que deixaste. Enquanto isso a vida vai e vem e eu busco achar alguém que me faça esquecer essa saudade que sinto de você.
Esse amor me fez pensar no futuro, numa vida a dois, esse amor me fez flutuar, sonhar, esse amor me fez acreditar que vale a pena viver pra amar. E nessa "brincadeira de gente grande" em que vivo hoje o que me mata é o amor da adolescência. Amor interrompido pelo destino, agora fico nesse desatino a buscar respostas do porque da separação.
Mas o último suspiro de minha esperança me traduz a certeza que se ainda não vivi essa história um dia viverei!


Bibiana Zaparolli