terça-feira, agosto 23, 2011

Destino ou mera coincidência?


"...Pode ser que tudo isso se transforme ou apenas se mantenha... Pode ser que isso passe, pode ser que não... Pode não ser nada, pode ser tudo... 

Pode ser destino ou simplesmente mera coincidência... 

Mas o que importa é que haja o que houver, por algum motivo aconteceu..."


Será que existe destino?
Ou apenas meras coincidências?
Sinceramente não sei explicar... Mas sendo destino ou coincidência, o fato é que na vida acontecem coisas que são inexplicáveis...
A chance de duas pessoas que moram na mesma cidade se conhecer é grande... E quando uma dessas pessoas muda de estado e fica há 400 quilômetros de distância da outra a chance diminui, certo? Errado!
Com as novas tecnologias da informação através das redes sociais essa lógica mudou...
Certo dia vagando em pleno mundo virtual através do Facebook resolvi aceitar algumas sugestões de amigos... Até ai nada demais... Mas quem diria que apenas um clic no mundo virtual traria para a minha realidade uma pessoa tão especial...
Curiosidade, coincidência e compatibilidade foram fatores decisivos para o rumo dessa história...
Curiosidade que levou ao diálogo e a vontade de descobrir a outra pessoa...
Coincidência na sucessão de fatos intrigantes, mas inexplicavelmente divertidos...
Compatibilidade nas idéias e na forma de levar a vida..
Tais fatores foram o fomento da vontade de crescia dia a dia de se conhecer mais...
Pode ser que isso passe, pode ser que não...
Pode ser que tudo isso se transforme ou apenas se mantenha...
Pode não ser nada, pode ser tudo...
Pode ser destino ou simplesmente mera coincidência...
Mas o que importa é que haja o que houver, por algum motivo aconteceu...

Bibiana Zaparolli

sexta-feira, agosto 12, 2011

O que tem de ser tem muita força


...Mas de repente eis que algo acontece e uma sucessão de fatos começam a me mostrar que eu estava no caminho certo e que realmente “O que tiver que ser será” ...

Fugindo completamente da rotina, do esperado, do até então vivido me encontro em um redemoinho de emoções nunca antes vividas, nunca antes imagináveis...

Nada mudou, mas também nada está igual... Tenho os mesmos olhos para ver, os mesmos ouvidos para ouvir, o mesmo coração para sentir... Porém meus sentidos estão mais aguçados, mais leves, mais doces...

Não que antes fosse de um todo ruim, sempre procurei a simplicidade das coisas, a beleza de cada momento, pessoa ou coisa... Vivendo de acordo com princípios e valores que me traziam bem estar e felicidade... Mudança de fato não é a palavra certa, mas tudo se transformou...

Sempre esperamos por algo na nossa vida, mesmo sem saber bem ao certo que é... Nesse meio tempo muitas coisas acontecem... Mesmo que não se espere uma hora algo acontece e é ai que tudo se transforma...

Por muitas vezes duvidei da tal frase que diz: “O que tiver que ser será” e quando assim pensei acabei me responsabilizando pelo fracasso ou sucesso de tais situações... Só agora vejo que a minha dúvida era resultado do início do endurecimento dos meus sentidos, uma vez que poucas são as pessoas que se preocupam com os sentimentos alheios e como um rolo compressor destroem os sonhos daqueles que ainda acreditam na pureza dos sentimentos...

Mas de repente eis que algo acontece e uma sucessão de fatos começam a me mostrar que eu estava no caminho certo e que realmente “O que tiver que ser será” e mais, parafraseando Guimarães Rosa “O que tem de ser tem muita força”... E agora vivo a intensidade das sensações que tenho sentindo, e incrivelmente elas têm me feito bem... Por isso optei mais uma vez em me render a essa tal força que me levará ao que tiver que ser e sei que não estou mais sozinha nesse caminho...

Bibiana Zaparolli

terça-feira, agosto 02, 2011

Amar é...


"Amar é sentir aquele frio na barriga só de lembrar do beijo... É sentir-se livre, entusiasmado e amado ao lado da pessoa... Sentir-se protegido no abraço... amado no olhar e satisfeito na companhia..."

O texto de hoje é um texto que escrevi em 2008, inclusive já foi postado no Blog, mas achei oportuno postá-lo novamente... Então digamos que o post de hoje é uma espécie de "vale a pena LER de novo"

 
Amar é sentir o coração palpitar só de pensar naquela pessoa...
É não ver a hora de revê-la...
É contentar-se só de saber que ela existe...
É flutuar, vibrar com qualquer atitude que demonstre carinho...


Amar é se encantar com os risos, com a boa conversa com os bons momentos...
É sonhar... desejar... esperar...

Amar é sentir aquele frio na barriga só de lembrar do beijo...
É sentir-se livre, entusiasmado e amado ao lado da pessoa...
Sentir-se protegido no abraço... amado no olhar e satisfeito na companhia...

Amar é divino... angelical... é como se anjos tocassem harpas e delas saíssem a mais suave e doce melodia...

Amar é atitude... mas também é esperar dos céus...
É perseverança... é crescimento...

Amar é exercitar a humanidade... a humildade... é compartilhar...
Amar é demonstrar carinho... amor... respeito e confiança...
 Amar é viver...

Bibiana Zaparolli