segunda-feira, maio 04, 2015

Permita-se ser e sentir!


   Há cerca de um ano estou no caminho do sentir. No início tudo vem acompanhado de muitas dúvidas, bem na verdade elas já estavam comigo e aumentaram no começo do processo. E como tudo que é novo, gera muito, mas muito medo mesmo. Não poderia ser diferente, afinal você é obrigado a sair do fluxo normal, ao qual estamos expostos e nos é imposto há milênios. 
   Continuar na ilusão é viver angústias e frustrações diariamente até o último dia desta vida. É perder a oportunidade de se permitir ser o que se é. É se permitir cumprir aquilo a que veio.
   A busca, o aprendizado, são eternos, mas a verdadeira busca, o verdadeiro conhecimento só vem com o despertar. Quem está na ilusão se mantem adormecido e no fim irá vagar pela eternidade sem cumprir, sem ser, sem sentir e passará repetindo padrões.
   O caminho do sentir, o caminho do despertar não é fácil, não é brincadeira, é dolorido, é forte, mas transforma, liberta e dá muita força. Sentir, despertar traz o sentido do todo, clareia o que somos, para que viemos e para onde vamos.
   Se todos buscam, pobres e ricos, jovens e idosos, brancos, pretos, amarelos e vermelhos, porque muitos morrem nessa busca e nunca encontram as respostas? Ou pior, porque muitos morrem em vida? Simples... Muitos ainda buscam no superficial, no externo, no mundo, uma vez que não querem pagar o preço pela verdadeira busca.
   O caminho real está em nós mesmos, não nas coisas materiais ou em coisas vazias como o poder, a fama, o prestígio ou afins. Tudo aquilo que o mundo nos proporciona são apenas ferramentas para que possamos cumprir nossa verdadeira missão. Porém muitos se deixam levar e acreditam que a missão seja essa, ter, possuir essas coisas e nada mais.
   As pessoas querem apenas ter, ter riqueza, ter amor, ter paz, ter prosperidade, ter harmonia... Esse ter cega o ser, o sentir. Muitos têm a falsa ilusão que tem muitas dessas coisas, mas não sabem eles, que ser e sentir todas elas é o que realmente interessa.
   No final e para sempre você só é, você só sentirá e nunca terá nada. Permita-se ser e sentir!