domingo, outubro 15, 2006

Sentidos!!!

Vivo está... meu amor... não morreu...
Em meu peito está... é chama que arde enão se vê... apenas se sente...

Vivo está... meu amor... não morreu...
Em minha memória vive... é presença que não se vê... apenas se sente...

Vivo está... meu amor... não morreu...
Em minha alma habita... nosso amor é como o vento... não se vê... apenas se sente...

Bibiana Zaparolli

sábado, outubro 14, 2006

Grãos de areia...

" Somos grãos de areia em um imenso deserto"

Bibiana Zaparolli

Equilibrio...

" O autocontrole é o equilibrio... o controle dos outros é a falta do equilibrio"

Bibiana Zaparolli

Amortecida!!!

Ainda não me acustumei com a idéia de amar sem ver...
Sem sentir...
Amar quem não está mais aqui...
Boa parte de meu tempo é tomado por lembranças...
Lembro, relembro, daquele que partiu...
Daquele que amei e mesmo com seu desaparecimento ainda amo...
Daquele que não pude me despedir...

Não vejo, não sinto...
Meus pobres e únicos sentidos me impedem de chegar a ele...
Minha freguência está muito abaixo da dele...
Meu corpo impede a evolução do meu espirito...
Os muitos "eus" que me habitam me cegam...
São soniferos que me impedem de despertar para o mundo em que hoje ele que se foi habita...

Bibiana Zaparolli

Escóras!!!

" A Moral e a ética, quando pregadas em demasia e como forma de controle, são escóras da incopetência. Ou ainda uma cortina de fumaça dos defeitos psicológicos"

Bibiana Zaparolli

sexta-feira, outubro 13, 2006

Anjo...

Eras tu um anjo...
Anjo vestido de menino...
Anjo com alma e a graça de uma criança...
Sorriso aberto... Peito aberto...
Seus olhos o céu... O firmamento...
Anjo de luz... Alento aos corações... Segurança no caminho... Claridade nos mais escuros dias...
Anjo passageiro...
Passou ligeiro... Porém leve e sereno...
Hoje és tu uma doce lembrança, que ecoa nas entranhas do pensamento...
Memória viva...
Para sempre estará em nossas almas... Assim como o espírito é eterno, eterno também és o nosso amor por ti...
Tu pertences agora ao eterno, ao Divino...
Ao invés do corpo o espírito...
Ao invés da presença real a saudade...
Mas em teu lugar... Ninguém...
Em nossos corações estarás para todo o sempre...
Fique com Deus... Até um dia...

Bibiana Zaparolli



A espera!!!

Sem te contemplar...
Sem te tocar...
Sem te sentir...
Ès como o mar...
Ès como o ar...
È como se tudo não existisse... fingir... fugir...
Não estás... o que faço é te procurar...
Noites e dias a rondar...
Ir...
Buscar...
Encontrar?....
Quem sabe um dia... você apareça para me levar!!!
Irei contigo viajar... na luz... no infinito... e eternamente com a alma sorrir.


Bibiana Zaparolli