quinta-feira, junho 23, 2011

O inverno, a carência e o erro


“...Sabe-se que qualquer corte dói muito mais no frio, por isso, evite partir seu coração no inverno, ainda não inventaram manteiga de cacau para coração partido...”


O inverno chegou e com ele as carências ficam mais evidentes. Não falo somente da carência material que é alvo das campanhas do agasalho, típicas nessa época. Falo também da carência afetiva.

No verão é muito mais fácil estar sozinho, o clima quente favorece a independência afetiva, os programas de solteiros. Com o frio as pessoas ficam carentes. Carentes de uma companhia para assistir filme enrolado nas cobertas, carentes de tomar vinho acompanhado, carentes de um jantar a luz de velas, carentes de um bom fondue, carentes de dormir de conchinha, carentes enfim de calor humano.

Ai é que está o perigo, hora de ligar o alerta! A carência cega, emburrece e atrapalha a intuição. O que normalmente poderia ser percebido, não o é. Nessa hora podem se cometer os maiores erros... Perde-se o senso e a confusão entra. Confunde-se amor com paixão, carinho com tesão e assim por diante...

A compreensão é deixada de lado e fica difícil entender que não se doa amor como agasalhos, que não se encontra amor em bazar por preços módicos, nem em liquidação de inverno e muito menos em brechós... Portanto ter cautela é uma boa pedida em qualquer estação do ano, principalmente no inverno.

Sabe-se que qualquer corte dói muito mais no frio, por isso, evite partir seu coração no inverno, ainda não inventaram manteiga de cacau para coração partido.

Evite a carência se amando, aproveitando mais a sua família, amigos... Enfim vivendo. Nunca coloque a responsabilidade da sua felicidade e nem a solução de seus problemas no outro... As pessoas não se completam e sim se somam.

Bibiana Zaparolli

Um comentário:

Michely disse...

É, realmente, no inverno atentação é maior...
Vejo todos (ou quase todos) nossos amigos arranjando um parceiro, um "cobertor de orelha"
Apenas nós, as exeções, ainda resistimos ao medonho frio do inverno.
Mas, pra que namorado quando se tem um lençol térmico? Hã? Hã?
rsrs
Te amo Mimiana!
Beijos da Michy